O chororô do GRENAL

Clássico em estado que tem apenas dois times grandes é sempre assim, só termina quando começa o próximo. O período de marcação pela derrota ou de euforia pela vitória dura meses.

 

Mas, que me perdoem meus amigos gremistas, há um exagero da parte deles neste caso. Ninguém perdeu o jogo por causa da arbitragem. O Inter foi mais efetivo, pronto. Os vermelhos também foram prejudicados por erros de Carlos Simon e seus auxiliares. E não me venham dizer que o Nilmar, quando foi derrubado pelo Rever, não ia pro gol. Ele ia para onde, então? No escanteio, telefonar pro Tite?

 

É bem verdade que o Grêmio dominou boa parte do jogo, atacou mais e teve mais posse de bola. Mas o colorado foi definitivo. E, ano passado, aconteceu o contrário, para consolo dos azuis. Nos dois GRENAIS da Sul-americana, o Internacional amassou o Grêmio e apenas empatou. Saí fulo do estádio nas duas ocasiões. Mas ok, ganhei a vaga (e o título, hehe). Em 2006, o Grêmio, com dois empates cretinos, foi o campeão gaúcho. Parabéns.

 

Agora, tá ficando chato essa soberba aí. O Fernando Carvalho foi muito feliz quando disse que “o Grêmio tem três resultados: vitória, empate e roubo de arbitragem”. Boa, presidente. Eu já chorei muito erros de juiz (vide 2005), mas recomendo que o coirmão olhe para o próprio umbigo e arrume a casa para a Libertadores, torneio que eu gostaria de estar participando, sim.

 

…..

 

O ponto mais alto do jogo fica por conta das torcidas. Sem dúvida, um GRENAL no interior é marcante por isso. A irracionalidade de alguns torcedores da capital não foi vista lá. Gremistas e colorados foram ao estádio lado a lado, torceram e riram sem maiores problemas.

 

Exemplo de civilidade. Utopia por aqui, realidade em Erechim.

6 Respostas to “O chororô do GRENAL”

  1. o FC esquece que o inter vetou o gaciba dos grenais por anos a fio por causa de UM ÚNICO jogo. aí é fácil, né presidente? é como um amigo meu, coloradíssimo, disse: não sei como o grêmio deixa o carlos SÍMION (com o perdão do trocadilho, mas é pra deixar bem claro) apitar grenal. em 2006 os empates cretinos foi porque esse pseudojuiz segurou o grêmio no olímpico. a diferença é que esse ano não tava o bolívar em campo pra atrasar a bola pro clemer pegar com a mão. lembra desse lance ridículo? o simon sempre ajuda o inter quando apita grenal. sempre.

    tá rolando um treco que rolou no brasileirão passado: roubos sucessivos contra o grêmio em lances capitais. ano passado foram os pênaltis. esse ano tão roubando gols, mesmo. mas o que interessa é que o grenal foi o melhor jogo treino que o grêmio teve pra se preparar pra libertadores. só falta acertar o gol. se tivesse feito isso, tinha goleado.

  2. ah, e em tempo: andrei, É PERMITIDO o blogueiro comentar no seu próprio blog, ok? a menos, claro, que tu comente coisas totalmente nada a ver, ninguém vai te acusar de fraudador de contagem de comentários nos teus posts!

  3. andreifonseca Says:

    Grande, Vinícius.

    Cara, o “se” não existe no futebol. Infelizmente. Se existesse, muita coisa teria ocorrido. O que existe sim é olhar para frente e pensar em melhorar, coisa que parece que o Grêmio ainda não está fazendo.

    Em tempo. Libertadores é um torneio do caralho e, repito, gostaria de estar participando. Não tenho dúvidas que o Grêmio passa da primeira fase (pegou o grupo mais fácil, vamos combinar, né?). Agora, tem que fazer ajustes para seguir adiante.

    E reafirmo: ambos foram prejudicados no domingo.

    Abraço, professor.

  4. o “se” existe em tudo na vida, cara. tudo. se tu nunca pensar no “se”, tu não vai nem sequer saber qual era o teu parâmetro em relação ao que de fato aconteceu.

    por exemplo: o souza pode tar se perguntando “e se eu tivesse me concentrado mais pra bater a falta?”. ele sabe que teria ido melhor. só isso já vai ajudar ele a ir pra frente. agora… não adianta eu marcar dois gols num jogo e o juiz anular os dois. e se o juiz de fato anular todos os gols que eu fizer? aí a arbitragem não vai melhorar nunca? e se o simon vier a apitar outro grenal? vou ter que me conformar?

    por outro lado, se o “se” não existe, por que tu reclama do rever? eu já vi time ficar com um a mais e levar mais dois gols. aconteceu semana passada, lembra? especialmente pelo fato do grêmio estar muito superior no jogo, talvez ter o rever expulso apenas equilibrasse de vez o jogo, mas não se traduzisse em gol. diferente de gol anulado: gol é gol. cartão vermelho é só cartão vermelho. nem pênalti é sinônimo absoluto de gol.

    o “se” existe, sim. se ninguém pensar no “se”, não SE vai pra frente. e na soma dos prejuízos, o meu prejuízo sem dúvida foi maior. gol é gol.

    em tempo: não lembro do inter amassando o grêmio na sula. jogo equilibrado nos dois confrontos. a diferença é que no segundo o inter achou dois gols. bastou o roth botar 2 titulares pro inter quase levar uma virada histórica em 15 minutos.

  5. Diogo Says:

    Não li o post nem os coments. Mesmo assim, acho que o Andrei é uma besta que não sabe coisa nenhuma de futebol. Rá!

  6. ué. que bizarrice que o site fez com os comentários. o meu último (agora penúltimo) comentário veio depois do comentário do andrei.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: