Devolução a prazo

Vou na mesma locadora há 20 anos. Mais até. Desde quando era morador do bairro Jardim Botânico. Minha mãe me levava, junto com meu irmão, na E O Vídeo Levou. Era uma festa. Sempre alugávamos filmes de ação e jogos de videogame.

Depois que mudamos para o Três Figueiras, fizemos uma experiência com a Blockbuster da Nilo Peçanha, mas nossa confiança no Álvaro, dono da antiga, e o acervo nos levaram a fidelização.

A E O Vídeo Levou cresceu e hoje é um centro de entretenimento, com, além de aluguel de vídeo e CDs, venda de produtos ligados à cinema e jogos. Já teve, inclusive, pista de corrida de carrinhos.

Mesmo com um excelente serviço prestado, eu sempre fui relapso. Cansei de pagar multa por atraso na devolução dos filmes. E, durante anos, foi assim, até que o Álvaro decidiu não me cobrar mais os extras, devido à longevidade de fidelidade e a amizade.

Porém, hoje, julguei ser a primeira vez depois de muito tempo em que conseguiria devolver os filmes alugados dentro do prazo. Cheguei, depois do almoço, na locadora com os três DVDs, confiante de que estaria fazendo uma grata surpresa.

Entrei sorrindo, cumprimentei a todos e disse “olha, primeira vez que eu consigo devolver sem que vocês tenham que me ligar, hein?”. Todos riram e comemoraram.

No exato momento em que eu me dirigia para o lado de fora, um dos funcionários falou, timidamente: “Senhor Andrei…… faltou um”, e mostrou a caixa de “Marley e Eu” vazia.

Puuuuutz! Terei que voltar amanhã. E só para entregar um disco.

Não foi desta vez. Esta mantida a sina do atraso

….

Levar colegas na delegacia para registrar ocorrência tem suas vantagens. Fiz o favor hoje para a Vivian, a diretora de criação, que teve o veículo levado no final de semana.

Fomos extremamente bem atendidos na 14ª DP, zona norte da capital. Porém, nem tudo são flores.

Durante o registro, entrou um homem mal vestido, com aparência de assustado, que se dirigiu ao outro plantonista e começou o relato.

– Moço, eu tenho uma denúncia para fazer. Estava caminhado na rua, ali atrás na volta, quando fui agredido por um cachorro:

Pausa. Como um cachorro agride alguém? Com socos? Pontapés? Fucinhadas? Insultos? E seguiu:

– Daí eu tive que correr, moço. E foi de propósito.

Claro. Afinal, o cachorro deveria ter uma longa desavença com ele. Certamente, algo envolvendo mulher. Um crime passional. A vítima deve ter roubado a mulher do terrível cão, que resolveu se vingar.

Sei que tive que ajudar a Vivian a responder uma pergunta e acabei perdendo o outro assunto, que ouvia de canto. Mas lembro que, ao ir embora, a vitima relatava que “foram, ao todo, cinco cachorros que o agrediram”.

Nossa. Uma gangue canina. Cuidado, pessoal. Vai que eles mordem.

2 Respostas to “Devolução a prazo”

  1. prof. Vinicius Says:

    Bah……….se for cobrar multa pelo The Wall que tá contigo desde 2001….vou ficar rico………..mas ainda tenho esperança de um dia ele estar aqui na minha videoteca……..

  2. Não sou muito frequentador de locadora, mas em bibliotecas o atraso é quase sempre invevitável, já tem algumas bibliotecárias que até já não me cobbram os dias de atraso também.
    Muito bom seu blog.
    Abraços, Alex.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: