Carlinhos merecia ganhar

Acompanhei pouco o programa A Fazenda, da Record, (ou Big Brother Rural) mas torci muito para o Carlinhos ganhar. Fiquei contrariado com a vitória do Dado Dolabella. Custei a acreditar que o Brasil o havia escolhido.

Assisti a poucos episódios, mas o resumo do que eu vi foi um ator (mentado) bad boy que enfurecia por qualquer coisa, um consultor de etiquetas que usava uma manta (ou pashmina) ridícula, uma morena bonitinha e raivosa que xingava as pessoas, um playboy poeta e um gênio de humor, super-talentoso, que superou terríveis adversidades.

Possivelmente, um fã assíduo da Fazenda deve achar o meu relato sem embasamento, afinal ele deve ter acompanhado todos episódios. Até posso concordar com ele, mas eu tinha coisa melhor pra fazer.

No final, quando comecei a me envolver levemente com o programa, o cara que eu torcia saiu. Pô, sou fã do Carlinhos. Mais precisamente do Carlos Alberto Silva, humorista de 29 anos. Um cara que teve uma vida duríssima e deu a volta por cima.

Quando era pequeno, Carlinhos sofria com um pai alcoólatra e violentíssimo, uma mãe submissa e ausente e irmãos que eram passivos com surras constantes. Um dia, ele cansou dessa tortura física e psicológica e tomou uma decisão difícil: rompeu laços familiares e foi morar na rua.

Anos mais tarde, em um abrigo para crianças carentes, Carlinhos viu chegar um carro da Jovem Pan e pediu um “emprego na rádio, que era o sonho de infância” para a passageira do automóvel, que era a esposa do dono da emissora que ajudava o abrigo. Levou.

Trabalhou como porteiro na Jovem Pan e, um dia, fez uma imitação que encantou o Emílio Surita. O chefão o convidou para participar do Pânico no rádio. O sucesso foi tão grande que Carlinhos ficou, com seu personagem símbolo, o Mendigo. Fez um patcha sucesso. Merecido.

Além do Mendigo, Carlinhos fazia vários personagens no Pânico. A imitação do Serginho Malandro era fantástica, ainda mais no quadro Salci Fufu, quando ele ia com dançarinas, fogos de artifício e uma banda para portas de quartos de motel e fazia um escândalo, surpreendendo casais.

Um cara como ele, que não teve base cultural nenhuma, tem uma capacidade impressionante de fazer piadas. Um talento natural. E é um grande imitador. Saiu da jovem Pan e foi para a Record, depois foi parar no reality show. Assim que saiu da Fazenda, Carlinhos reencontrou a mãe e uma irmã. Foi emocionante.

Porém, nosso herói ficou em terceiro. Ganhou o músico e ator (segundo seu blog) Dado Dolabella. Mesmo assim, não merecia levar. Um cara que agride a namorada, quebra cenário em programa de TV e discursa ridiculamente sobre poesia, retórica e comportamento humano não pode ser o vencedor em detrimento de pessoas como o Carlinhos.

Foi a preferência do público, fazer o que? Ao me questionar porque ele havia sido escolhido, pensei no Senado. Ahá! Entendi tudo agora.

….

No fim das contas, posso dizer é que a Record foi ousada, achou um mote interessante para reality show, mas copiou descaradamente a Globo em muitas coisas. A começar pelo deslocamento de um jornalista de renome para apresentar o programa e dar discursos poéticos e dúbios na hora das eliminações.

Achei divertido ver beldades da TV de porre às sete da manhã ordenhando vacas, molhando hortas e cuidando de cabras. Aliás, para não cometer injustiça, o Dado foi o único que levantou um dia para fazer o trabalho sozinho

2 Respostas to “Carlinhos merecia ganhar”

  1. Olha, primeiro que esse programa já existe fora do Brasil.

    Segundo que, o Carlinhos dentro do progama foi muito emburrado. Jamais ganharia.

    Não importa o quão maravilhosa a pessoa seja fora do jogo. Isso não basta lá, pra ganhar o público. Uma história triste + carranca não ganha o coração de quem vota.

    E quem vota, vota no herói. Não importa quem era o Dado Dolabella antes. Lá dentro, ele foi O herói. O cara que queria fazer o que era “certo” (limpar a imagem), o cara que os outros colocaram na forca várias vezes e voltou todas. Quase um mártir. E ele ainda era dos que mais trabalhava lá. Eu não via o programa todos os dias, mas sempre que eu vi, era o Dado matando no peito várias tarefas enquanto os outros nem aí.

    Mas ele não foi uma vítima, se fosse, teria saído lá pela metade. Ele foi um herói, repito, DENTRO do jogo: venceu dificuldades, enfrentou preconceitos e inimizades de todos, venceu 8 batalhas e sempre foi desacreditado. Quanto mais o participante é adorado dentro do confinamento (e o Carlinhos era), menos chances ele tem de ganhar.

    Por isso o Dado ganhou, por isso o Alemão venceu o Big Brother, o Max, o Bambam… e isso vale pra TODOS os vencedores de reality onde quem decide é o público.

  2. DRIKA Says:

    Eu concordo que o Carlinhos merecia ganhar, mas acho que Deus tem um plano na vida dele que é muito melhor que um milhão de reais. Tem muitos que têm esse dinheiro, porém são infelizes, ou nem uma vida de qualidade possuem. O Carlinhos nasceu com uma riqueza que estava encoberta, e que agora veio mais à tona, que são os seus valores humanos, de amizade, lealdade, fé em Deus. Enfim, coisas que edificam. Eu acredito que muitos irão se envergonhar de usarem da maledicência contra ele, pois a inveja infelizmente impera neste mundo. E o Carlinhos é um sujeito que veio lá do “nada”, cresceu sozinho e sem a ajuda de ninguém. Ainda por cima é bonito, inteligente, humilde, tem postura, sabe ser educado, enfim, tem muitas qualidades. É justamente por isso que ele é perseguido, já que não temos o costume de valorizar pessoas com este histórico de vida. Neste país, é mais fácil dar valor ao jovem que nasceu de uma família de artistas, conhecida e que nunca foi pobre, do que outro, que veio do extremo da pobreza e que sofreu sozinho, calado, com o descaso da família, e triunfou. É por estas e muitas outras razões que eu acredito na existência de Deus, pois Ele não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. Hoje, o Carlinhos faz graça. E tem muito palhaço que é triste! Pensem nisso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: