Brasilocão 2009

O Campeonato Brasileiro é o torneio mais doido do mundo. Porque? Disparado, é o mais emocionante, pelas diversas competições em uma só. É o mais difícil e o mais fácil ao mesmo tempo. E o mais controverso.

Nada você pode dizer que vai acontecer com certeza, porque pode ocorrer, do nada, uma reviravolta em campo ou fora dele. Parece que alguém escuta e resolve mudar.

O pequeno Avaí pode ganhar sete partidas seguidas, encantar a torcida, beirar o G4 e daí perde para o internacional que belisca a ponta. E o meu colorado perde duas e cai para terceiro, quando o líder também é derrotado. Aí, o São Paulo vem com tudo, acelerado igual fez ano passado.

O Grêmio vem se recuperando, mesmo com um time limitado e um treinador teórico e técnico, o que contraria o desejo da maior parte da torcida de ver uma equipe aguerrida e de marcação forte. Aliás, ano passado, foi muito mais além do que merecia, brigou por título na última rodada. Pode? No Brasilocão sim.

O Palmeiras tem um time apenas bom e “ponteia” o campeonato. O super Corinthians-amigo-dos-árbitros ta no meio da tabela mas garantido na Libertadores. Porém, ontem levou quatro do Goiás. Bem feito. Fernandão tinha que ter feito um gol de mão. O Barueri dá sinais que pode ser uma reedição do São Caetano.

Os paranaenses envergonham. Um deles cai certo (opa! Olha eu aqui me arriscando ao dar certeza). Falando em cair, Fluminense e Botafogo correm sério risco. O primeiro, dizem, já projeta a Série B. Essa sim é minha única certeza. Há que ter muito, mas muito fôlego para escapar.

Depois da rodada do final de semana, ficou provado que qualquer pode acontecer, desde título ao rebaixamento. Com exceção de que os mais na ponta de cima da tabela não caem e vice-versa. Embolou de vez.

Agora, vou me arriscar ao dizer o seguinte: o título fica entre os que hoje estão nas seis primeiras colocações, exceto Atlético-MG. O Roth não leva essa.

Já no rebaixamento, aposto em Coritiba, Náutico, Sport e Fluminense. Botafogo e Santo André devem se salvar. O resto não corre risco. O Atlético-PR anda se recuperando.

Continuo na torcida pelo tetra, mas acho que o Internacional não leva. O aproveitamento do segundo turno é ridículo. E quando a gente acerta o esquema, o treinador muda. Alguém explica, por favor. Ah… E o Edu no lugar do Taison, por favor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: