Carnaval alternativo

Que legal, povo brasileiro. Chegamos à mais um Carnaval. Isso significa muita festa, trago, putaria, música alta e mortes no trânsito.

Sim, eu sou daquelas pessoas que não gosta do carnaval. Em tempos passados, tentei ir aos bailes (festas, blocos ou de qualquer jeito que o leitor quiser chamar), reunia amigos e tal, mas acho que o azar sempre me rondou nessa época. Nunca houve um em que eu realmente gostasse. Me diverti, claro, mas meus carnavais não chegam sequer perto das Top 10 festas mais divertidas da minha vida.

Porém, há uma exceção. Foi no carnaval de 2009 em que my Love and I nos aproximamos. Esse sim foi especial.

Fora esse, recordo que me diverti quando em, 2000 ou 2001, juntei cinco ou seis amigos e fomos para frente do Ibiza (antigo point noturno do litoral gaúcho) e ficamos jogando spray de espuma nas pessoas. Nosso carro não tinha som, então dependíamos do gosto musical de outros veículos. Não havia grana para entrar na festa. Mas foi legal.

Já houve reportagens em outros anos daquelas pessoas que odeiam marchinhas de carnaval, não suportam a festa. Eu acho legal a descontração, mas critico duramente a postura de algumas pessoas que realmente perdem a noção. Já prevejo que terei que conviver com barulho ensurdecedor de sistemas de som de carros potentes (escrevi sobre isso há um tempo) e com atitudes imprudentes no trânsito (o mais grave, sem dúvida).

A quem ler, peço que respeite o próximo e não se mate durante os trajetos e nas festas. Lembre-se que há outras pessoas que o esperam na volta. Aliás, a exposição do projeto Vida Urgente no Shopping Iguatemi é chocante e bastante oportuna. Existem fotos e relatos que contam como ficaram os quartos de jovens que perderam a vida no trânsito.

Por fim, quanto ao mundo dos negócios, nada no Brasil acontece de importante até que passe esse raio dessa festa. A frase “A gente conversa depois do carnaval” é comum em reuniões e prospecções, e atravanca processos. Eu sempre quis saber o que o Rei Momo e as mulatas têm a ver com a minha conta bancária.

….

De lá pra cá.

Olha que legal. A Sony anunciou que vai baixar o preço do PSP (PlayStationPortable) aqui no Brasil, a fim de estimular as vendas do console no país. E inclusive divulgaram o preço: R$ 969,00.

Porra! Sabe quanto custa nos Estados Unidos? US$ 129,00. Pode-se comprar 4 consoles e ainda sobra um troquinho para jogos. Queria realmente entender o porquê disso.

….

O BBB tá muito chato. Horrível. Vai ganhar o Rodrigão, que é um bocó. Saudade das brigas, discussões e arranca-rabos. Só a Maria que arranca a roupa para o Mau-mau, que se arranca de perto dela.

….

Salve, presidenta!

Comemoramos, esta semana, que somos o terceiro PIB em crescimento do mundo. Atingimos um índice positivo de 7,5%, perdendo para a China (10,3%) e Índia (8,6%). Excelente, não fosse nossa colocação no quesito educação: 88º lugar. Lamentável.

Para terminar, uma matemática simples: Aumento de 68% para deputados + reajuste de 45% no Bolsa-Família = Suspensão de concursos e cortes de R$ 5 bilhões.

Uma resposta to “Carnaval alternativo”

  1. Armando Volta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: