Falcão voou

Durou apenas três meses e dois dias a fantasia de ter, como comandante do time, o principal ídolo da história do Internacional. Falcão foi demitido após a humilhante derrota para o São Paulo. Não se pode tomar três gols em casa desse jeito. Mas, sem dúvida, não era motivo para demiti-lo.

Falcão tinha tudo para evoluir como técnico, coisa que ele ainda não era. Mas seria, se tivesse tempo. A idéia de tê-lo no comando era interessante. O bola-bola conhece tática, gosta do futebol “toque de bola”, técnico e bem jogado. O estilo Barcelona, sem usar de uma hipérbole.

Sobretudo essa saída prematura escancara um clima de beligerância insustentável no nosso amado Internacional. Diretores odeiam-se entre si, respinga na comissão técnica e reflete no time. Fazer futebol já é difícil, desunido então, fica muito complicado.

Junto com Falcão, saiu o diretor Roberto Siegmann, uma figura muito interessante. Gosto do estilo enérgico dele e tive oportunidade de falar diretamente para ele isso. Mesmo discordando de alguns posicionamentos públicos, acredito que ele tinha tudo para ser um grande dirigente. Assim como o bola-bola, fica para a próxima.

A culpa pela instabilidade tem a mão do treinador, mas o resto do corpo está no grupo de jogadores. Temos uma defesa lenta, um meio-campo deficiente e um ataque que não é municiado. E aqui cabe um parágrafo-parêntese.

A estratégia vitoriosa que nos deu um Mundial, duas Libertadores e vários outros títulos em uma década não pode avalizar uma sequência de fracassos. Para garantir bons jogadores e uma constância no elenco, o Inter fez contratos longos. Deu certo. Mas agora, precisamos de renovação em diversas posições. A começar pela defesa. Se somar a idade da linha de quatro defensores, ultrapassa-se 120 anos. Não pode.

Para terminar… e agora? Quem entra no lugar do Falcão? Falam em Cuca (por favor, não), Dunga (nãããão) ou Carpegiani (hummmm… ok). Dorival Júnior está cotado. Vai ser um grande técnico ainda. Meu preferido seria o Muricy, mas isso é sonho. Acho que esperando algumas semanas, teremos chance de contar com o Abel, que não vai bem no Fluminense. Abelão iria trazer energia e incendiar esse time.

Oremos.

….

E o Brasil, hein?

Tsc tsc. Lamentável. Quatro pênaltis para fora é demais. Mano Menezes tem que sair urgente.

E vem pro Inter.

Uma resposta to “Falcão voou”

  1. Paulo Santanna errou por 2 dias… Que côsa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: